Bombou na Semana

Onda de calor pode elevar temperatura a 48ºC na Europa e quebrar recorde


Enquanto a Europa sofre outra onda de calor, meteorologistas dizem que o recorde de maior temperatura da história do continente pode ser batido nos próximos dias.
O recorde europeu é de 48º C, registrado em julho de 1977 em Atenas. No Brasil, a maior temperatura já registrada pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) foi 44,7°C, na cidade de Bom Jesus (PI), em 21 de novembro de 2005.
As temperaturas estão subindo na Espanha e Portugal ajudadas por uma onda de ar quente vinda da África.
Meteorologistas dizem que se o calor continuar aumentando, provavelmente recordes nacionais de temperaturas devem ser quebrados neste fim de semana – o atual dia mais quente da história da Europa, há 41 anos, também pode perder o posto.
O serviço de análise climática da Espanha, por exemplo, colocou o país em alerta até o próximo domingo, dizendo que o calor está "especialmente intenso e duradouro."
O Meteoalarm, grupo europeu de alerta meteorológico, já emitiu um alerta vermelho para grande parte do sul de Portugal e para a província de Badajoz, na Espanha. Esse nível de alerta considera o clima perigoso e com potenciais riscos à vida.
O meteorologista da BBC, Nick Miller, afirma que a recente onda pode bater recordes de calor e é "potencialmente perigosa". Segundo ele, as temperaturas na península ibérica podem ser maiores que as registradas nos últimos 40 anos.
O recorde português é de 47,4ºC, em 2013. Na Espanha, a maior temperatura já registrada foi de 47,3ºC, em julho do ano passado.

Segundo os meteorologistas, as temperaturas vão subir de 45º nesta quinta para 47ºC no fim de semana. O grupo disse que há 40% de chances do recorde de Atenas ser igualado neste fim de semana – e 30% de ser batido.

Fonte: G1

Nenhum comentário